Grupo de Risco

Tenho casos de câncer de pulmão na minha família, como devo me cuidar?

A atitude mais importante é não fumar, ou parar de fumar, caso você seja fumante. Algumas pessoas herdam de seus pais mutações no DNA, que permitem que certas substâncias químicas no organismo, como as encontradas na fumaça do tabaco, possam aumentar seu risco de desenvolver câncer de pulmão. As substâncias introduzidas no organismo pelo cigarro causam danos imediatos e acumulados, prejudicando sua saúde global e elevando o risco de desenvolvimento de diversas doenças, principalmente o câncer de pulmão.

A prática de exercícios aumenta a capacidade cardiorrespiratória, aumenta a tolerância ao exercício, melhora a autoestima e estimula a liberação de endorfinas, que ajudam na sensação de bem-estar, além de ajudar a manter a saúde dos pulmões, funcionando como coadjuvante na prevenção do câncer de pulmão. Manter uma alimentação saudável também pode contribuir na prevenção de doenças, entre elas o câncer de pulmão. Caso você tenha alguma dúvida em relação à saúde de seus pulmões, pode procurar um pneumologista, que poderá orientá-lo.